• Pesquisar
  • Esqueceu sua senha?

Para a ADPF, política se discute SIM!

A famosa frase conciliatória: “Política, religião e futebol não se discute”, não é uma máxima para a Associação que, este ano, é presença ativa no cenário eleitoral

Em meio à intensa articulação política, típica de um ano eleitoral, a Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF) decidiu se reunir com candidatos a presidência da República, apoiar delegados federais que vão pleitear cargos políticos e lançar a campanha “O Brasileiro tem sede de mudança”, para ampliar o debate sobre impunidade e corrupção. Desde março, que é quando começam a surgir os nomes para o próximo pleito, a Entidade tem se articulado.

A intenção é se reunir com os candidatos ao Palácio do Planalto, para apresentar a visão dos delegados sobre temas relevantes à categoria e ao povo brasileiro. “Fazer parte do processo democrático das Eleições 2018 de maneira ativa, transparente e vigilante é a forma pela qual a ADPF reafirma o seu compromisso com o bem-estar da população do país”, explica o presidente da ADPF, Edvandir Felix de Paiva.

Além disso, ao perceber que haviam associados interessados em participar das eleições, a Associação realizou, em abril, um encontro entre os, até então, pré-candidatos e especialistas em assuntos políticos, que palestraram sobre a temática para os aspirantes aos cargos.

Segundo Paiva, uma bancada formada por delegados federais ajudaria na aprovação de leis de combate ao crime. “Além disso, desejamos que sejam apresentadas à sociedade alternativas viáveis, que possam contribuir para a mudança do quadro político atual.”

Delegados Federais reunidos com o presidente da ADPF, durante o encontro com pré-candidatos

Durante o encontro, realizado em Brasília, todos foram unânimes em dizer que o desejo de concorrer a um cargo eletivo surgiu a partir da insatisfação pessoal com o cenário político e de um apelo da própria sociedade, que confere grande credibilidade a Polícia Federal.

“Fazer parte do processo democrático das Eleições 2018 de maneira ativa, transparente e vigilante é a forma pela qual a ADPF reafirma o seu compromisso com o bem-estar da população do país”

Segundo a última pesquisa da Ibope Inteligência (2017), a PF está entre as três instituições em que o brasileiro mais confia. Na análise que mede o Índice de Confiança Social (ICS), a Instituição alcançou 70 pontos, quatro a mais que o do ano anterior, fi cando atrás apenas dos Bombeiros e das Igrejas.

Em evento na ADPF, Carlos Caputo, ex-ministro do TSE, palestrou sobre legislação eleitoral para os pré-candidatos

Em julho, a ADPF voltou a reunir os candidatos, em Curitiba (PR) – centro da Operação Lava Jato – para o lançamento da campanha “O Brasileiro tem sede de mudança”. Na ocasião, os delegados debateram formas de combater à corrupção e à impunidade, buscando alternativas para limpar a sujeira instalada no país.

Deixe sua resposta

Instagram has returned invalid data.
Escrito por Luana

Siga-nos

Proactively formulate resource-leveling imperatives through alternative process improvements.