• Pesquisar
  • Esqueceu sua senha?

ANP forma nova turma de delegados federais

Em breve, o combate ao crime organizado e à corrupção receberá um reforço importante. Ao todo, 177 aprovados no último concurso da Polícia Federal estão se preparando para atuarem como delegados federais. O Curso de Formação Profissional, que acontece na Academia Nacional de Polícia (ANP) começou em junho, com previsão de ir até novembro.

Os aprovados foram recepcionados pela ADPF. A associação montou um estande no local para cadastrar os futuros delegados, distribuir os uniformes, apresentar o trabalho da entidade e dar suporte administrativo aos alunos e professores.

“É prazeroso ver uma nova turma se preparando para assumir o cargo. Essa é uma profissão que necessita de muita doação e eles vão aprender isso já na Academia. Espero que aproveitem o curso e vivam essa experiência incrível”, disse o presidente da ADPF, Edvandir Felix de Paiva.

 Paiva lembrou de quando esteve no lugar dos novos delegados. “É um momento único na vida dos aprovados. Há 12 anos, vivi essa mesma emoção. Foi inesquecível”, falou Paiva. 

 Realizado na ANP, em Brasília, o curso funciona sob regime de internato, de 7h30 de segunda-feira até as 18h de sábado. Para os delegados federais, o conteúdo é focado em gestão policial, investigação e outras matérias de formação teórica e prática.  Ainda são realizados treinos e testes de preparo físico e tiro.

 No local, os peritos criminais, agentes, papiloscopistas e escrivães aprovados em concurso também recebem treinamento. 

Vitória

E essa não é única boa notícia. Em março, uma nova turma de policiais federais deverá se formar e, assim, diminuir o déficit no efetivo. A conquista é resultado do trabalho da ADPF, que esteve entre as instituições que criaram uma rede de convencimento para demonstrar a necessidade de convocação dos excedentes.

Assim, foi possível buscar, junto ao governo, orçamento para uma nova turma de formação dos aprovados no concurso da PF.

 Dessa maneira, em vez das 500 vagas previstas inicialmente, a expectativa é de que mil candidatos ajudem a recompor os quadros. O número é uma vitória, resultado da luta encampada pela ADPF e aceita pelo governo, que anunciou a nova convocação por meio do decreto nº 9.801 de 2019. 

O presidente da ADPF agradeceu aos que se empenharam nesse processo. “Trata-se de uma vitória importante que nós encabeçamos, junto a comissão dos aprovados e outras entidades de classe. Entretanto, quem sai mais fortalecido é o Brasil, pois é urgente a ampliação dos quadros da PF para mantermos a qualidade e eficiência no combate à corrupção e ao crime organizado”, afirmou. 


Deixe sua resposta

Instagram has returned invalid data.
Escrito por maiara

Siga-nos

Proactively formulate resource-leveling imperatives through alternative process improvements.