• Pesquisar
  • Esqueceu sua senha?

Futuro Ministro da Justiça demonstra compromisso com a PF

Durante eventos da ADPF, Sérgio Moro defendeu autonomia da PF

Salutar. Foi o termo escolhido pelo futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, para defender o mandato para diretor-geral da Polícia Federal, durante o III Simpósio Nacional de Combate à Corrupção de Salvador, na Bahia. O ex-juiz esteve entre os destaques do evento que aconteceu em agosto.

Na época, Moro afirmou que o mandato “seria algo a se pensar, para evitar interferências políticas indevidas”, além de ressaltar a credibilidade da PF. “Não que a Polícia Federal não tenha problemas. Toda instituição tem. O Judiciário, inclusive. Mas ela funciona, relativamente, melhor. A própria credibilidade da instituição retrata isso.”

O evento

O Simpósio de Salvador foi um dos grandes momentos da ADPF em 2018. Durante dois dias, especialistas em segurança pública e em justiça criminal discutiram o fortalecimento das instituições para o combate ao crime organizado e à corrupção.

“Avaliamos o simpósio realizado em Salvador como um dos maiores que a associação realizou nos últimos anos. Quem esteve lá, atestou a qualidade do conteúdo e da organização”, ressaltou o presidente da ADPF, Edvandir Felix de Paiva. “Um momento memorável, neste ano de 2018”, comemorou.

O presidente ainda destacou o envolvimento dos delegados com a temática. De acordo com ele, o papel da categoria é ouvir, refletir e reunir material para construir um país melhor, de instituições fortes. “Corrupção existe em todos os lugares, mas as nossas instituições estão funcionando. Estamos descobrindo corrupção nas ruas e palácios. São necessários, porém, alguns ajustes para que elas continuem funcionando, independentemente da vontade do governo da vez”, afirmou.

Medalha do Mérito Tiradentes

Moro ainda foi condecorado com a mais alta honraria oferecida pela ADPF: Medalha do Mérito Tiradentes. “Como delegados, somos honrados pela grandeza de Sérgio Moro e em enxergar as dificuldades da PF e protegê-la quando necessário”, disse o responsável pelo sucesso do evento, delegado federal Rony Silva, o organizador do Simpósio e diretor da ADPF na Bahia .

Órgão Independente

Sérgio Moro também esteve presente no último Simpósio Nacional de Combate à Corrupção realizado pela ADPF em 2018, o do Rio de Janeiro. Na ocasião, já anunciado para o cargo de ministro da Justiça, Moro mostrou comprometimento com a independência da PF.

“Um compromisso que me foi reiterado pelo presidente eleito – Jair Bolsonaro – é o de não proteger ninguém. Esse órgão tem que ser independente”, afirmou.

Deixe sua resposta

Escrito por ADPF

Siga-nos

Proactively formulate resource-leveling imperatives through alternative process improvements.